Servidor Linux MySQL

Neste post irei ensinar passo a passo a instalar e configurar o MySQL no Linux utilizando a distribuição Debian. Também iremos aprender a criar e administrar usuários e também configurar o acesso remoto utilizando o MySQL Workbench.

Na certificação Linux LPI cai questões referentes ao uso de instruções da linguagem SQL. No final do post vamos aprender os principais comandos SQL através de um exemplo prático. Vamos lá !

Para saber mais sobre o MySQL clique no link abaixo:

MySQL – wikipedia

Site oficial:
mysql.com

Pré requisito:

  • Ter um servidor Linux com acesso a internet e repositório configurado

Faça gratuitamente o curso abaixo indicado para adquirir a base necessária:

servidor linux

 

Vídeo aula – Instalação e configuração do MySQL no Linux

Processo de instalação e configuração do MySQL

Instalação:
apt-get install mysql-server mysql-client

Arquivo de configuração:
/etc/mysql/my.cnf

Segurança:
mysql_secure_installation

Administração de usuários:

Verificando usuários:
select user,host from mysql.user;

Criando usuários no mySQL:
grant all privileges on *.* to root@’%’ identified by ‘root’;
flush privileges;

Mudando a senha do usuário e também do root:
update mysql.user set password=password(‘novasenha’) where user=’root’;
flush privileges;

Apagar usuário:
delete from mysql.user where user=’usuário’;
flush privileges;

Restaurar um backup:
mysql -u root -p DB –default-character-set=utf-8 < backup.sql

SQL – Comandos básicos

Como exemplo prático vamos criar um banco de dados para controlar os chamados técnicos(Ordem de Serviço) de uma assistência técnica de informática de acordo com a figura abaixo:

 

Neste “case” simplificado para fins didáticos o cliente traz um equipamento para conserto e o funcionário faz o cadastro do cliente e do equipamento emitindo a OS. Existe um relacionamento entre as duas tabelas de 1-N (um para muitos) de forma que um cliente pode solicitar vários serviços, porém para cada serviço solicitado é necessário emitir uma OS.

— Comentários não são processados
— a linha abaixo cria um banco de dados
create database dbinfox;

— a linha abaixo seleciona o banco de dados
use dbinfox;

— a instrução abaixo cria uma tabela
create table tbcliente
(
idcli int primary key,
Nome varchar(50),
Fone varchar(15)
);

— a linha abaixo descreve a tabela
describe tbcliente;

descrevendo uma tabela no mysql

— a linha abaixo apaga a estrutura da tabela e tudo que ela contém
drop table tbcliente;

— a linha abaixo insere dados na tabela
insert into tbcliente values (1,’José de Assis’,’1111-1111′);

— a linha abaixo seleciona toda a tabela
select * from tbcliente;

— a linha abaixo seleciona um registro da tabela de acordo com um critério
select * from tbcliente where idcli=1;

select where mysql
— a linha abaixo seleciona a coluna nome, por ordem alfabética
select Nome from tbcliente order by Nome;
— a linha abaixo seleciona todos os nomes que começam com a letra L
select Nome from tbcliente where Nome like ‘L%’;
select like mysql
— a linha abaixo modifica um registro da tabela
update tbcliente set Fone=’6666-6666′ where idcli=6;
modificando tabela mysql com update
— a instrução abaixo cria uma tabela com numeração automática
create table tbOS
(
OS int auto_increment primary key,
Equipamento varchar(100),
Defeito varchar(250),
Valor_total decimal(10,2)
);
 
— comando para alterar o start do início do auto incremento
alter table tbOS auto_increment = 1000;
 
— Para inserir dados em uma tabela com auto incremento, digite null no campo de auto incremento
insert into tbOS values(null,’Notebook HP900′,’Não liga’,150);
insert into tbOS values(null,’Computador’,’Problema de vírus’,90);
— a linha abaixo apaga um registro da tabela de acordo com um critério
delete from tbcliente where idcli=1;
 
— a linha abaixo apaga todo o conteúdo da tabela
delete from tbcliente;
delete from tbOS;
tabelas cliente os mysql
— a linha abaixo insere uma coluna na tabela
alter table tbOS add idcli int;
mysql como adicionar uma coluna na tabela
— a linha abaixo cria um relacionamento entre tabelas do tipo (um para muitos)
— o parâmetro on delete no action impede o cadastramento da OS sem o cliente
alter table tbOS add constraint cliente_OS
foreign key(idcli)
references tbcliente(idcli)
on delete no action;
— o bloco de instrução abaixo une o conteúdo das duas tabelas
— O e C são variáveis de apoio
select O.OS,Equipamento,Defeito,Valor_total, C.Nome,Fone
from tbOS as O
inner join tbcliente as C on (O.idcli=C.idcli);

Super Dica:

Para aprender mais e desenvolver este projeto completo assista as vídeo aulas no meu canal do YouTube: